quarta-feira, 8 de abril de 2009

Caminhos e cores

Procuro escrever uma estrada de flores que me levam até ti. Pontes e caminhos que fixam o teu olhar, curvas que te tocam de forma segura, sinais de que estou sempre por perto, rectas de sentidos únicos que roçam a tua pele e seguem o teu odor. É nos teus cabelos desalinhados que encontro a paixão que arde num doce aperto de mãos e nos teus lábios que sorvo a energia que preciso para não me perder nesta estrada da vida. Não sei amar-te de menos nem de mais, mas tenho a certeza de que te amo o mais possível. Quero-te muito , sempre mas sempre mais do que ontem. Respiro-te enquanto te escrevo, descubro-te enquanto te olho, deito-te enquanto te amo. Flores, pedras, caminhos sentidos, pedaços de nós, calores trocados, perfumes entranhados em pensamentos e trocas de olhares que alimentam, aquecem e nos transportam para jardins fantásticos e ruas antigas de calçada portuguesa, alumiadas por lanternas velhas de ténues chamas amareladas. Descubro que tudo o que me rodeia faz parte de ti, cada palavra, cada paixão, cada ausência, és tu a luz que alumias este beco e dás vida ás sardinheiras penduradas nas varandas. És o fascínio que ilustra as minhas ideias quando uso o magenta misturado com amarelo nas minhas telas, quando junto azul e esborrato amor misturado com castanho, sol e sombra por estes caminhos firmes e te redescubro mais linda ainda do que quando me ausentei de ti, apenas alguns segundos antes. Dedico-me a ti de corpo e alma, pinto e repinto dias que se repetem lado a lado, adormeço, acordo e abraço-te eternamente em pinceladas suaves e tonalidades quentes.

2 comentários:

mundo azul disse...

_________________________________

...intensa confissão de amor!


Muito lindo o seu texto...Lindo e enternecedor!


Beijos de luz...

__________________________________

Jose Leitao disse...

"...o amor é tão lícito quanto a vida, faz parte dela;a vida é imaginação,a imaginação recria sonhos, os sonhos comandam a vida...e assim se fecha o circulo de cada um e de todos os que colocam amor na paixão, a paixão no amor, o amor na amizade - há sempre um principio e um fim...
- Haverá?... "

Parabéns Pedro!

Um abraço

José Leitão